SINDIPI/Notícias/Pesca do cerco na região sudeste sul do país é tema de workshop no SINDIPI

Notícias

Publicado em 04/05/2017

Pesca do cerco na região sudeste sul do país é tema de workshop no SINDIPI

O resultado da safra da sardinha do ano passado e a baixa captura registrada neste ano são os motivos para o Workshop marcado para esta sexta-feira,5, no Sindicato dos Armadores e das Indústrias de Pesca de Itajaí e Região -SINDIPI. A proposta é promover um debate sobre a atual situação do estoque pesqueiro, possíveis causas para esta instabilidade na captura e soluções que possam ser adotadas nos próximos anos. De acordo com o coordenador técnico do SINDIPI, Marco Aurélio Bailon, este é o início de um processo de discussão sobre a pesca do cerco nestas regiões, e como a sardinha é o recurso pesqueiro mais importante da modalidade, ela vai estar em destaque. Serão feitas apresentações de pesquisas, resultados de estudos em andamento sobre o estoque da sardinha e do conhecimento que será compartilhado pelos especialistas convidados pelo sindicato.

O workshop terá início às 8h30, no auditório do SINDIPI. A primeira palestra é sobre Atualidades e estudos da Sardinha-verdadeira e perspectivas futuras, com o professor Paulo Schwingel da Universidade do Vale do Itajaí – Univali. Na sequência, tem a participação do professor Lauro Madureira, da Universidade Federal do Rio Grande – RS, que será o responsável pela apresentação do trabalho desenvolvido em parceria com a universidade e uma empresa privada que tem como foco entender o comportamento do bonito-listrado na região, por meio do uso de tecnologia satelital e sua possível aplicação para a sardinha verdadeira.

Durante o encontro, os armadores que integram a modalidade do cerco terão a chance de tirar dúvidas sobre as mudanças referentes aos produtos salmorados e sobre as novas regras do RIISPOA - Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal. As explicações sobre estes dois temas serão repassadas pelo Engenheiro de Alimentos da Coordenadoria Técnica do SINDIPI- Estevam Martins.