SINDIPI/Notícias/Oficializada a ida da Secretaria da Pesca para Presidência da República

Notícias

Publicado em 06/04/2018

Oficializada a ida da Secretaria da Pesca para Presidência da República

Depois de meses de espera e de incertezas a semana encerra com a publicação do Decreto 9.330 que transfere a Secretaria Especial da Aquicultura e da Pesca - SEAP, para a Secretaria Geral da Presidência da República. A publicação confirmando esta mudança era esperada pelo setor pesqueiro desde o ano passado, quando o Senado aprovou uma Medida Provisória (MP) 782/2017, que promoveu alterações na organização administrativa do Poder Executivo Federal, passando a Pesca para a Presidência.

A notícia desta sexta-feira (06), foi celebrada pelo Presidente do Sindicato dos Armadores e das Indústrias da Pesca de Itajaí e Região – SINDIPI. Para Jorge Neves, a publicação concede ao Secretário da Pesca Dayvson Franklin de Souza a chance de dar continuidade ao trabalho que até hoje estava comprometido, pois a Pesca não tinha um lugar determinado.  “ A partir de agora o Secretário tem o que precisava para trabalhar. Logo depois que soube da publicação entrei em contato com o Secretário e solicitei uma atuação compartilhada com o setor. Queremos a partir de agora um trabalho que promova o respeito com a pesca. Repito, o SINDIPI quer, respeito, segurança jurídica para trabalhar e além disso espera ser lembrado como um setor produtivo, responsável pela geração de emprego e impostos”, destacou o presidente.

Com esta definição o presidente do SINDIPI aguarda uma agilidade nos processos para tentar amenizar as perdas e problemas enfrentados nos últimos anos com as trocas de Ministérios. “ Espero que este engessamento provocado pelo próprio governo termine. Agora que estamos ligados diretamente a Presidência da República alimentamos a esperança de mudanças. Está na hora de fazer a diferença para os armadores, indústrias, pescadores, ou seja, para todo o “povo das águas”, sem exceção”, finalizou Jorge Neves.

Ainda referente a este momento da Pesca, o presidente do SINDIPI, destacou a importância da contratação de pessoas técnicas e com conhecimento para auxiliar nas demandas do setor e na tomada de decisões. Para Jorge, este item nesta nova fase da pesca é imprescindível para o sucesso da atividade.